Informação Pessoal

 

Nome

email

 

Site

 

 

Nacionalidade

Nascimento

 

Mini-bio

 

 

 

 

 

 

 

Fotos para mídia

 

Experiência Profissional

 

Período 

Cargo

Empresa

Tipo de empresa 

 

Período 

Cargo

Empresa

Tipo de empresa 

 

Período 

Cargo

Empresa

Tipo de empresa 

 

Formação 

 

Data

Graduação 

Área 

Faculdade

 

Habilidades e Realizações 

 

Línguas fluentes

 

Conhecimentos

 

 

 

Conhecimentos específicos 

 

 

 

Realizações  em  produção

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obras literárias 

Obras Dramatúrgicas 

 

Eventos

 

Prêmios e indicações

Ian Fraser Lima

ianfrasermeurei@gmail.com

www.tecladodislexico.com

www.youtube.com/TecladoDisléxico

 

Brasileiro

17/09/1983

ele/dele

IAN FRASER é autor dos romances O sangue é agreste, vencedor do Prêmio Jovem Autor Inédito, pelo Selo João Ubaldo Ribeiro, Noir Carnavalesco, vencedor do III Prêmio ABERST de narrativa longa policial, e da saga Araruama, com campanhas de sucesso no financiamento coletivo. Na dramaturgia, escreveu e produziu a peça A máquina que dobra o nada, vencedor do Prêmio Braskem de Teatro na categoria Melhor Espetáculo Infantojuvenil, e escreveu o texto original de Ensaio para uma redenção, vencedor do Prêmio Braskem de Teatro na categoria Melhor Texto. Nascido e criado em Salvador, Ian vive escrevendo e cuidando de Gouda, sua gatinha paraplégica. 

 

Clique aqui

 

2008-2010

Editor de vídeo

Zuk Produções 

Produtora 

 

2010

Editor de vídeo

Replitech

Produtora

 

2011 até hoje

Responsável pelo Departamento de Áudio & Vídeo

Colégio Anglo-Brasileiro

Instituição de Ensino

 

 

 

2002-2006

Bacharel em Comunicação 

Ênfase em Cinema e Vídeo

Faculdade de Tecnologias e Ciências (FTC)

 

 

Português e Inglês 

 

Informática

Escrita

Edição

 

Produção áudio-visual

Elaboração de roteiro

Adobe Premiere, Ilustrator, After Effects e Photoshop

Produção do CD da banda Orerê

A Máquina Que Dobra o Nada - 2015 (produção)

*Financiamento Coletivo - Araruama, com arrecadação total de 216% da meta, no valor de R$ 36.863,00

*Financiamento Coletivo - Araruama II, com arrecadação total de 255% da meta, no valor de R$ 63.931,00

*Financiamento Coletivo - Noir Carnavalesco, com arrecadação total de 112% da meta, no valor de R$ 38.181,00

*Financiamento Coletivo - O segredo que vale uma alma, com arrecadação total de 580% da meta, no valor de R$ 2.900,00 (todo valor arrecadado foi doado para a Associação Pariri, em ajuda para a crise sanitária causada pelo COVID-19)

*Financiamento Coletivo - Farras Fantásticas, com arrecadação total de 178% da meta, no valor de R$ 32.00,00

O Sangue é Agreste - 2014

Araruama - o livro das sementes - 2017 (Editora Moinhos)

Araruama - o livro das raízes - 2018 (Editora Moinhos)

MAR 1.0 - 2019 (Editora Caramurê)

Noir Carnavalesco - 2020 (Pyro Editora)

Farras Fantásticas [organizador] - 2021 (Editora Corvus) 

A vida e as mortes de Severino Olho de dendê - (Editora --------)

Araruama - o livro dos rebentos - (Editora Moinhos)

Mané, ou a persistência - (-------)

Solo e os seus sinônimos - (-------)

 

A Máquina Que Dobra o Nada - 2015 (roteiro)

Cante Uma Nova Canção - 2015 (roteiro)

Enquanto as Horas Não Param - 2015 (trechos)

O Bobo - 2016 (trechos)

As Cidades - 2019 (trechos)

Ensaio para uma redenção 2021 (texto original)

 

CCXP - 2017

Casa Fantástica na FLIP 2018 - 2018

V Odisseia de Literatura Fantástica Brasileira - 2018

FLIPOP - 2019

FLICA - 2019 (Geração Flica)

RELAMPEIO - 2020

FELICA - 2020

FELICA - 2021

 

 

 

Vencedor do Prêmio Jovem Autor Inédito do Selo João Ubaldo Ribeiro,

pela obra O Sangue É Agreste

 

Vencedor do Prêmio Braskem de Teatro 2015, na categoria Melhor Espetáculo Infantojuvenil,

pelo espetáculo A Máquina Que Dobra o Nada

 

Vencedor do The Epy Awards, prêmio do aplicativo Episode, melhor história de mistério de 2016, pela narrativa Hitchcock & Lynch

 

2o lugar  do Prêmio Argos 2017, melhor romance de 2017,

pela obra Araruama - o livro das sementes

Finalista do II Prêmio LeBlanc, melhor romance nacional de Fantasia, Ficção Científica ou Terror

pela obra Araruama - o livro das raízes (2018)

Vencedor do III Prêmio ABERST de Literatura (2020), melhor narrativa longa policial,

pela obra Noir Carnavalesco 

Vencedor do Prêmio Braskem de Teatro 2022, na categoria Melhor Texto,

pelo espetáculo Ensaio para uma redenção. 

_MG_9953-2.jpg
nossas campanhas no Catarse
Screen Shot 2019-05-15 at 20.27.18 copy.
Screen Shot 2019-05-15 at 20.27.24 copy.
Screen Shot 2019-12-06 at 11.36.47 copy.
farras.jpg
Screen Shot 2020-11-08 at 11.09.00.png